terça-feira, 18 de setembro de 2018

PROTEJA O SEU COMPUTADOR DA INTRUSÃO

O cibercrime está na ordem do dia e, por isso, o FBI criou o IC3 (Internet Complaint Center), cujo portal dá a conhecer os crimes mais comuns praticados via internet e preconiza dicas para a prevenção. Sendo o combate ao cibercrime uma das suas principais atribuições, o FBI enumera, no seu portal principal, os passos que deve dar para proteger o seu computador:

  • Mantenha a sua Firewall Ligada: Uma firewall ajuda a proteger o seu computador contra hackers que tentem obter acesso a ele, apagar informação ou, até mesmo, roubar senhas ou outras informações confidenciais. As firewalls de software são amplamente recomendadas para computadores pessoais. O software é pré-instalado com alguns sistemas operativos ou pode ser adquirido para computadores individuais. Para vários computadores em rede, os routers de hardware geralmente fornecem protecção de firewall.
  • Instale ou actualize o software antivírus: O software antivírus foi projectado para impedir que programas maliciosos sejam incorporados ao seu computador. Se detectar um código malicioso, como um vírus ou um worm, ele funciona para o desactivar ou remover. Os vírus podem infectar computadores sem o conhecimento dos utilizadores. A maioria dos tipos de software antivírus pode ser configurada para actualização automática.
  • Instale ou actualize a sua tecnologia anti-spyware : O spyware é exactamente o que parece: um software que é instalado clandestinamente no seu computador para permitir que outras pessoas analisem as suas actividades no computador. Alguns spywares recolhem informações sobre si sem o seu consentimento ou produzem anúncios pop-up indesejados no seu navegador da web. Alguns sistemas operativos oferecem protecção gratuita contra spyware, e há softwares baratos que estão disponíveis de imediato para download na Internet ou na loja de computadores local. Desconfie de anúncios na Internet que ofereçam antispyware para download - nalguns casos, esses produtos podem ser falsos e, na verdade, conter spyware ou outro código malicioso. É como comprar alimentos: compre onde você confia.
  • Mantenha o seu sistema operativo actualizado : Os sistemas operativos do computador são actualizados periodicamente para ficarem em sintonia com os requisitos de tecnologia e para corrigir falhas de segurança. Certifique-se de instalar as actualizações para garantir que seu computador tenha a protecção mais recente.
  • Tenha cuidado com os ficheiros que baixar: O download de anexos de e-mail descuidadamente pode contornar até mesmo o software antivírus mais vigilante. Nunca abra um anexo de e-mail de alguém que você não conhece e tenha cuidado com os anexos encaminhados de pessoas que você conhece. Eles podem involuntariamente ter enviado código malicioso.
  • Desligue o computador: Com o crescimento das ligações de Internet de alta velocidade, muita gente opta por deixar seus computadores ligados e prontos a funcionar. A desvantagem é que estar sempre activo torna os computadores mais susceptíveis. Além da protecção por firewall, que está projectada para afastar ataques indesejados, desligar o computador efectivamente separa a conexão de um invasor - seja um spyware ou um botnet que emprega os recursos do seu computador para alcançar outros utentes involuntários. 
Destinado aos mais novos e por nível etário, o FBI também tem um interessante sítio (site) para navegação segura na internet (Safe Online Surfing).


Ligações: European Cybercrime Centre - EC3 [Europol]; Cybercrime [Migration & Home Affairs - EU]; What is The EU Doing To Combat Cybercrime [European Parlamentary Researh Service Blog]; Alertas ao Cidadão [Polícia Judiciária]

domingo, 2 de setembro de 2018

Selfies com celebridades

Hoje, em dia, já pode surpreender os seus amigos e mostrar-lhes uma selfie com uma celebridade, seja Marcelo, CR7, Messi, Salah ou Donald Trump... e evitar fazer viagem para encontrar a celebridade e, ainda, evitar estar numa fila de espera e solicitar a anuência da figura pública em causa.
A solução está em instalar no seu smartphone a aplicação adequada. Se está familiarizado com o Photoshop pode fazer a selfie mais à sua vontade. Se quiser ter menos trabalho, use a apk Selfie with Celebrity, carregue-a no seu smartphone e siga os passos nela especificados. Se gostar de mais opções, vá ao Google Store e faça a busca, de preferência em inglês, "selfie with celebrities app" ou, se quiser com CR7 "selfie with Cristiano Ronaldo". Se quiser com o Presidente, não precisa de ir a Belém, nem de o esperar numa das suas múltiplas deslocações pelo País: use, por exemplo a Marcelfie.

E, se quer mostrar que é capa de revista e também é famoso, pode usar uma destas aplicações que pode encontrar no Google Store. pesquisando, por exemplo, "selfie com  revista" ou "magazine cover maker".

Ligações: Best selfie with celebrities apps [Softonic]; Take Photos with Hollywood Stars [Hollywood Selfie]; Make Photos with Celebrities [PhotoWithMe];  Sites To Create Your Own Magazine Cover [Hongkiat]; Personalized Magazine Covers [your cover];  Create Your Own Fake Magazine Cover [MagazineYourself]; Make Your Own Photo on a Magazine [MyPicturOnMagazine].

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Note 9 já está à venda

Apresentado oficialmente a 9 de Agosto, em Brooklyn, chegou às lojas lusas o Note 9, que mantém a S Pen (agora melhorada com novas funções) e aumenta consideravelmente a autonomia em relação ao antecessor, através da inclusão de uma bateria de 4000 mAh, com tecnologia de carregamento rápido. 
Destaca-se o ecrã de 6,4″ Super AMOLED, com resolução Quad HD+ de 2960x1440 píxels (516 ppp) e a memória RAM, de 6 ou 8 GB (LPDDR4) com 128 GB e armazenamento interno respectivamente de 128 e 512 GB, com possibilidade de expansão por cartão microSD
O Wi-Fi até 802.11 ac (2,4Ghz/5Ghz) e o Bluetooth 5.0 são também características a destacar. Mas serão todas estas características, complementadas com a habitual gama de sensores dos smartphones da Samsung, o reconhecimento facial e leitor de íris, suficientes para nos convencer a despender mais de mil euros por este novo modelo? Será melhor que o Iphone X, por exemplo?
Embora, sem conclusões definitivas, até porque algumas características são específicas de alguns modelos, as benchmarks dão alguma  ajuda. Vejamos a comparação efectuada pelo Tom's Guide: o Iphone X é, ainda, mais rápido e há outros concorrentes de peso, como o OnePlus 6, a um preço bem mais convidativo.
Também está a chegar ao mercado português o Xiaomi Pocophone F1 (339 €) que, para além de ter um microprocessador topo de gama e reconhecimento facial por infravermelhos, permite ver tudo que tem dentro do smartphone:
De qualquer modo, se tem um telefone recente, não se precipite, porque, brevemente, em 2019, começam a ser produzidos os 5G.

Ligações: Iphone X, especificações [Apple]; What is 5G? Everything you need to know [Techradar].

segunda-feira, 18 de junho de 2018

CUBA: TERRA DE VINHO E DE CANTE

Vinho da talha e cante alentejano fazem um casamento perfeito. No dia 9 Junho, andámos no concelho de Cuba, integrados na Rota do Cante e do Vinho de Talha. Herdades, adegas e tabernas estiveram na nossa rota.
A escassez de tempo incentiva-nos a voltar. O património material e imaterial da região chamam-nos.

terça-feira, 27 de março de 2018

CHEFE DE CIBERCRIMINOSOS "HI-TECH" DETIDO

Foi detido em Alicante o líder do grupo FIN7, que, desde 2013, burlou mais de 100 instituições financeiras de 40 países em mil milhões de euros, através da viciação de pagamentos electrónicos. 
O crime hi-tech começou com o lançamento de malware Anunak, que tinha como alvo transacções finaceiras e redes ATM de instituições financeiras. 
Em 2014 o Anunak foi melhorado para uma versão mais sofisticada, chamada Carbanak, que foi usada até 2016. A seguir, o grupo focou a sua actividade no desenvolvimento de um malware à medida ainda mais sofisticado, baseado no software para teste de penetração Cobalt Strike
Nos seus ataques, os cibercriminosos enviavam, aos funcionários do banco vítima, e-mails com anexos maliciosos como se fossem de empresas legítimas. Uma vez baixado, o software malicioso permitia que os criminosos controlassem remotamente as máquinas infectadas das vítimas, dando-lhes acesso à rede bancária interna e infectando os servidores que controlavam as caixas electrónicas. Isso proporcionava-lhes o conhecimento necessário para sacar o dinheiro, que depois era levantado por um dos seguintes meios:
  • As caixas electrónicas (ATM's) eram instruídas remotamente para disponibilizar o dinheiro num momento pré-determinado, sendo o dinheiro levantado por responsáveis de grupos criminosos que recolhiam da parte de fora o dinheiro pago pela máquina; 
  • A rede de pagamentos eletrónicos era usada para transferir dinheiro para fora da organização e para contas de criminosos; 
  • As bases de dados com informações das contas eram alteradas de modo a permitir que o saldo das contas bancárias fosse inflacionado, facultando  a recolha do dinheiro disponível. 
Os lucros do crime eram lavados via  criptomoedas digitais, por meio de cartões pré-pagos ligados às carteiras usadas para comprar bens, tais como carros de luxo e casas. 
   

segunda-feira, 12 de março de 2018

JUSTIÇA E RIVALIDADE SÃO CEGAS?

O grande crime, no qual estão envolvidas pessoas anti-Benfica, é a violação e divulgação de documentação e correspondência privada. A cominação para este tipo de crimes é que parece irrisória, apesar da correspondente responsabilidade civil ter um valor elevadíssimo e mais condizente com os danos causados. (V. violação da privacidade e responsabilidade civil emergente de crime) .

A violação do segredo de justiça - de que toda a gente fala e que é feita através dos media, a pretexto do interesse público - também tem pena irrisória. Recentemente (Fev 2018) a PGR comprou software para travar a violação do segredo de justiça, mas nada garante que os utilizadores do sistema mais curiosos não consultem processos em que não têm intervenção.

O crime de corrupção que pretendem imputar ao funcionário do ministério da Justiça e ao advogado Paulo Gonçalves é discutível, porque a vantagem patrimonial que está em causa são bilhetes para jogos de futebol e 2 ou 3 camisolas. Por este raciocínio, então, também quando o ministro Centeno ou o primeiro ministro António Costa vão assistir aos jogos na tribuna, com bilhetes oferecidos pelo clube, estariam a praticar um acto de corrupção! E os magistrados, deputados e outros políticos, quando assistem aos jogos dos respectivos clubes, a convite das direcções destes, também estariam a praticar actos de corrupção. Haja equilíbrio e bom senso. E prosseguindo nesta lógica, coloca-se também a questão de saber se há ou não  sócios ou adeptos de clubes a aproveitarem-se das suas funções para favorecimento ilícito. Basta lembrar-nos e questionar a isenção, por exemplo, do juíz do Porto que indeferiu a providência cautelar de suspensão da divulgação dos e-mails roubados ao Benfica.

Ainda, em relação ao adepto que terá violado o segredo de justiça, o móbil do crime terá sido ajudar desinteressadamente o seu clube e, até certo ponto, proporcionar ao clube legítima defesa contra a violação abusiva (e, até agora, impune) de documentação interna do clube. De resto, esta divulgação de má fé merece ser severamente punida, por prejudicar gravemente uma organização e uma indústria (o futebol), como, ainda ontem, reconheceu publicamente o ex-treinador e futebolista Octávio Machado.  

Para além de adeptos de clubes, não haverá membros mais ou menos visíveis de outras associações (partidos políticos, maçonaria, opus dei, empresas de telecomunicações e outras, bancos, gestores de cartões de débito e crédito, finanças, hospitais, etc) a violarem segredos de justiça e a privacidade das pessoas? 

O Big Brother está aí. Como também, hoje em dia, as organizações funcionam com base em sistemas informáticos que não são invioláveis, já não há protecção de dados e privacidade para ninguém. Quem quiser obter dados de alguém, aceder a e-mails, contas bancárias, cartões de crédito, etc, basta dirigir-se à dark web e solicitar os serviços de um hacker profissional. Ainda recentemente, em Nov 2017, hackers portugueses entraram em servidores da NASA. 

sexta-feira, 2 de março de 2018

Novos topos de gama Xiaomi

Depois de no passado dia 25 de Fevereiro terem sido apresentados os  Galaxy S9 e S9+ da Samsung, foi anunciado por Lei Jun no Weibo o lançamento a 27 de Março do novo flagship killer da Xiaomi, o Mi Mix 2S. Este smartphone aproveita 100% da frente para écran oled (6,01", 18:9 e 2160x1080 de resolução),  no qual está o sensor de impressões digitais, e vem equipado com o novo Snapdragon 845, que lhe permite atingir a bonita marca dos 273741 pontos no ranking Antutu e ultrapassar os Galay S9 e S9+.
Quanto à memória RAM, apresenta 8 GB  LPDRX4  e 256 GB UFS de armazenamento interno, melhorando os valores respectivos dos OnePlus 5 e 5T.
Consta que vem com duas câmara traseiras de 16 MP com sensor Sony IMX363 e 8 MP à frente. A bateria de iões de lítio é de 4400 mAh.
As restantes características são idênticas às do Mi Mix 2 e de outros modelos Xiaomi, nomeadamente, comando de infravermelhos e gravação de chamadas.
O preço anda à volta dos 700 Euros e já pode ser encomendado online em banggood.com . Mas, se épreferir ser mais comedido nas despesas e quiser experimentar o novo Mi7 plus, provavelmente a lançar em simultâneo com o Mi Mix 2S, também com Snapdragon 845, e com a vantagem de ter carregamento wireless, pode encomenda-lo online por menos de 390 Euros no geekbuying.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO