segunda-feira, 13 de novembro de 2017

ALMOÇO DE NATAL É JÁ NA PRÓXIMA SEXTA FEIRA!

É já no próximo dia 15 Dezembro o almoço de Natal 2017 dos ex-funcionários da Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais que, como já vai sendo habitual, decorrerá no restaurante do Mercado Rosa Agulhas. em Alcântara. 
Recorde aqui os colegas que estiveram presentes no almoço de Natal do ano passado. Muitos já não poderão estar presentes este ano. Como na roleta russa, muitos de nós vão desaparecendo.


Inscrições: Eng. Correia Alves (967038412)


Ementa (Preço: 19 €)
Entradas: 
pão, manteigas, paté de atum, queijinho seco, salgadinhos.

Sopa: 
caldo verde.

Prato: 
naco de vitela com couve salteada e batata a murro.

Bebidas:
 vinho da casa, água, refrigerantes.

Sobremesas: 
pudim flan, arroz doce, salada de frutas, ananás natural. 

Café.


Nota: É possível solicitar prato alternativo de peixe ou dieta.

domingo, 12 de novembro de 2017

Quantos números de telemóvel precisa?

Muita gente governa-se perfeitamente com um único cartão SIM no smartphone. Outros acham vantajoso ter mais um número para assuntos profissionais ou do emprego e, por isso, usam um "dual-SIM". 
Mas há outros que precisam de 3 ou mais números, eventualmente de operadores diferentes. Claro que já há muitos telemóveis com 2 SIM's, embora haja muito menos com 3 (como o Coolpad Mega 3, o Acer Liquid E700 ou o LG A290). 
E, se quiser ter 4 ou mais números de telefone? 
Pode evitar comprar mais que um telemóvel. Mesmo que o seu smartphone só tenha uma slot para um cartão SIM, pode-se. através de acessórios adequados, com ou sem ligação física, instalar mais 2, 3, ou 5 slots e os respectivos cartões SIM. 
Há vários fabricantes destes acessórios, que estão disponíveis online nos websites habituais, como CooNee Ikos, Magic-Sim. Contudo, os suiços da Simore são os que apresentam a gama de soluções mais completa, embora a preços que devem ser devidamente ponderados.


sexta-feira, 27 de outubro de 2017

A REPÚBLICA MONÁRQUICA

O novo secretário de Estado António Mendonça Mendes é irmão da deputada e dirigente máxima socialista Ana Catarina Mendes. Esta, por sua vez, é casada com o antigo ministro Paulo Pedroso.

Uma lição excecional na política portuguesa? Infelizmente, não. Este absurdo é o corolário lógico dum sistema político dominado por laços familiares.
No Governo, Parlamento e na alta administração pública, estamos cheios de casados, primos e cunhados. O ministro Eduardo Cabrita é casado com Ana Paula Vitorino, que também integra o Governo.

Já a secretária de Estado adjunta de António Costa, Mariana Vieira da Silva, é filha de outro Vieira da Silva, o ministro da Segurança Social.

A titular da Justiça, Van Dunem, é casada com o ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos, Eduardo Paz Ferreira.

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, é filha de Alfredo José de Sousa, ex-provedor de Justiça. Ainda no atual Executivo, temos o secretário de Estado Waldemar de Oliveira Martins que é filho de Guilherme Oliveira Martins, ex-presidente do Tribunal de Contas e atual presidente do Conselho Fiscal da Caixa; este, por sua vez, é cunhado de Margarida Salema, que preside à Entidade das Contas e Financiamentos Políticos; esta é irmã da deputada Helena Roseta, casada com o ex-ministro Pedro Roseta, que é cunhado do também ex-ministro António Capucho.

Elisa Ferreira, administradora do Banco de Portugal, é casada com Freire de Sousa que preside à Comissão de Coordenação do Norte.

No Parlamento, também os cargos políticos se congeminam no lar. O exemplo familiar mais exótico nos dias de hoje é constituído pelas gémeas Mariana e Joana Mortágua; o mais romântico será constituído pelo casal de deputados Teresa Anjinho e Ricardo Leite.

Na Assembleia da República, cruzaram-se, ao longo dos últimos anos, mais familiares do que numa ceia de Natal: Luís Menezes, filho de Luís Filipe Menezes, Nuno Encarnação, filho do ex-ministro Carlos Encarnação, todos do PSD; e os deputados Candal, pai Carlos e filho Afonso, ambos do PS; a que se juntam Paulo Mota Pinto, filho do anterior primeiro-ministro Mota Pinto e da ex-provedora da Santa Casa da Misericórdia, Fernanda Mota Pinto; Clara Marques Mendes, deputada, é filha e irmã de dois outros Marques Mendes, António e Luís. António foi eurodeputado, Luís ministro e líder parlamentar; Teresa Alegre Portugal era deputada na mesma bancada do seu irmão, o histórico dirigente socialista Manuel Alegre.

A consanguinidade reina no... reino político. Paulo Portas, ex-ministro e líder do CDS, é primo do todo-poderoso socialista Jorge Coelho.

O ex-secretário de Estado de Passos Coelho, João Taborda da Gama, é filho do socialista Jaime Gama, antigo presidente do Parlamento. António Campos, ex-ministro, é pai de Paulo Campos, deputado.

O ex-ministro das Finanças Vítor Gaspar é primo do Conselheiro de Estado Francisco Louçã. E este é cunhado de Correia de Campos, presidente do Conselho Económico e Social e ex-ministro da Saúde.

A histórica presidente do Partido Socialista e ex-ministra dos governos de Guterres, Maria de Belém Roseira, é tia de Luísa Roseira, membro da Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Esta é uma lista interminável que se inscreve numa tradição que transitou do antigo regime.

E que se manteve, transpondo - e suplantando até - a Revolução de Abril. O ex-ministro da Cultura Manuel Maria Carrilho é filho de um governador civil de Viseu, nomeado pelo Governo de Salazar.

O presidente de Assembleia Constituinte da jovem democracia de Abril, Henrique de Barros, era cunhado do último chefe do Governo do velho fascismo, Marcelo Caetano. Em sua homenagem, o atual presidente da República herdou-lhe o nome. Marcelo Rebelo de Sousa é, ele próprio, filho de um ministro do Ultramar de Caetano.

E é neste quadro de sucessão dinástica que Portugal, uma arruinada República, mantém uma Corte decrépita, dominada por umas poucas dezenas de famílias que estão agarradas ao poder público e às benesses que este proporciona.

Para aceder ao poder, não será necessário grande consistência política ou ideológica ou sequer sentido de interesse público. Em primeiro lugar, o que prevalece, são os laços de sangue.

Esqueceu-se da família de Mário Soares?

Afinal que falta para Portugal se transformar em Monarquia? Interessante que em Moçambique e Angola se passa o mesmo. Com quem terão aprendido?

(texto enviado por e-mail por ex-DGEMN devidamente identificado)

sábado, 9 de setembro de 2017

Ontem houve almoço de aniversário de um ex-DGEMN

O último almoço de sexta-feira no Gaúcha serviu para festejar o aniversário do nosso colega Correia Alves. Esteve muito animado e contou com presenças extraordinárias, nomeadamente de um nosso antigo director com 94 anos. Veja quem é neste vídeo:

quinta-feira, 27 de julho de 2017

OUTRO TESLA A ANDAR SOZINHO

O Nuno foi dar uma volta com o Daniel no Tesla Model X pelas ruas da capital,afim de testar todas as suas funcionalidades. Ele ficou muito surpreendido quando viu o veículo a andar sozinho pelas ruas de Lisboa.


Ligações:  Tesla Model S X Jaguar XFR_S [Acelerados]; Avaliação completa do Tesla S P90D Ludicrous [SOS News].

quarta-feira, 26 de julho de 2017

LANÇADOS DOIS NOVOS MEIZU

Foram apresentados hoje, no Grand Theatre de Zhuhai. os smartphones Meizu Pro7 e Meizu Pro7 Plus, os novos flagship killers da marca, equipados com câmara e écran duplos. 
Estes novos modelos distinguem-se por 3 características principais: tamanho de écran de 5,2 e 5,7 polegadas, sendo um super amoled e o Plus Quad HD super amoled. Os processadores são no mais pequeno Pro7 o MediaTek Helio P25 e o poderoso MediaTek Helio X30 no Plus. A RAM é de 6 GB de LPDDR 4X no Plus e 4 GB no modelo mais barato. 
Estes dois smartphones têm em comum câmara duplas traseiras de 12 MP  (uma monocromática e outra a cores) e uma câmara frontal de 16 MP. A outra novidade é um segundo écran Samsung de 1,9 polegadas, super amoled com uma resolução de 240x536 pixels, destinado a gerir as notificações, controlar a música, visualizar as selfies com as câmaras traseiras e proporcionar a criação de efeitos de profundidade de modo a obter imagens espectaculares.



Ligações: Meizu Pro7 specifications  [Meizu China]; Meizu Pro 7 and Pro 7 Plus Launched with Dual Displays and Dual Rear Cameras [Gizchina]; Meizu Pro 7 e Pro 7 Plus têm todos os detalhes revelados em hands-on (vídeo) [tudocelular].

sexta-feira, 7 de julho de 2017

GOSTARIA DE TER ESTE CARRO?

Para quem gosta de tecnologia, aqui tem um carro que lhe interessa. O "youtubber" Nuno Agonia deu uma volta na máquina ao lado do condutor e gostou. Ora veja:

      


Ligações: Tesla modelo S [Tesla]; Tesla model S P90D acceleration autopilot [AutoTopNL]; On The Road With Tesla [By Isabel Tallysha-Soares].

quinta-feira, 1 de junho de 2017

SER OU NÃO SER ESSENCIAL

Foi finalmente apresentado o telemóvel concebido por um dos fundadores do Android. Chama-se Essential. Será mesmo? Conta com um ecrã grande, duas câmaras e aparenta capacidade modular. Veja o que diz o Andy Rubin.
O preço ronda os 700 Euros.

Ligações: Everything we know about the Essential PH-1, the phone made by one of Android's founders [BI]; Essential Specifications [Essential]; The Father of Android Is Back, and He’s Built the Anti-iPhone [Wired].

quarta-feira, 24 de maio de 2017

CREMAÇÂO "VERDE"

Até há bem pouco tempo, as funerárias proporcionavam a escolha entre o enterro e a cremação. Segundo William Kremer da BBC, os europeus vão ter brevemente a possibilidade de escolher um novo destino a dar ao corpo do(a) falecido(a).
Trata-se da hidrólise alcalina ou cremação verde, praticada nalguns Estados americanos e no Canadá. Este processo gasta menos energia e tem outras vantagens ecológicas. Na Europa foi usado na dissolução das epidémicas carcaças de "vacas loucas".  

terça-feira, 16 de maio de 2017

AMAR PELOS DOIS

Salvador e Luísa, entrevistados na RTP, ainda antes da final de Kiev, falam do "Amar pelos dois", a magnífica canção de Portugal que, devido à sua enorme qualidade, ganhou justamente o festival da Eurovisão

Veja também, a entrevista para a Eurovisão:

segunda-feira, 17 de abril de 2017

VEM AÍ O "ESSENTIAL"

O pai do Android. Andy Rubin, tem estado a trabalhar na construção de um smartphone de topo com características superiores ao Google Pixel e ao iPhone. O aparelho já foi visto por alguns olhares indiscretos e hoje mesmo foi detectado no portal do GFX Bench. 
O Essential FIH-PM1 terá 5,5 polegadas e uma resolução de 1312x2560 px, correspondente a uma relação de 80:41 próxima dos 82:41 do LG G6. O microprocessador é o Qualcomm Snapdragon 835 SoC, um octa-core de 2,2 GHz e Adreno 540 GPU. Quanto a memória, tem um mínimo de 16GB de armazenamento e 4GB de RAM. 
Uma câmara dianteira de 8MP e uma traseira de 12MP com disparador automático, integram este Essential, que suporta NFC e vem com Android 7.0 pré-instalado.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

domingo, 29 de janeiro de 2017

Que smartphone escolher?

Satisfazendo aos vários pedidos que nos têm sido feitos, no sentido de saber escolher um novo smartphone, vamos dar resposta, reportada ao dia de hoje, com a ajuda de um dos nossos especialistas.
Embora de um modo diferente do futebol, no que diz respeito aos smartphones o que hoje é verdade, amanhã pode não ser, devido, não a questões subjectivas, como as arbitragens, mas à constante evolução tecnológica. 
Hoje em dia, os smartphones não servem só para fazer e receber chamadas de voz. São máquinas fotográficas, gravadores de vídeo, de som, de chamadas, consolas de jogos, recetores de GPS, telecomandos universais de vários tipos de aparelhos, terminais de TV, enfim, autênticos computadores que correm um sem número de aplicações.
Se, em termos gerais, os PC's têm como sistema operativos (SO) o Linux, o Windows ou o IOS, os smartphones têm como SO's mais comuns o android, o IOS e o windows.
Dado serem dispositivos móveis sem fios, uma característica importante  a ter em conta é a bateria de iões de lítio e a sua autonomia. Actualmente, já há há aparelhos com 10 mil mAh (Ver Oukitel K10000) de bateria e começam a ser vulgares as de mais de 4000 mAh, que dão para mais de um dia de utilização e  podem ser carregadas em menos de uma hora e meia.
Tal como nos PC's convencionais, outra característica a ter em conta é a CPU, que dever ser rápida e recente. Se bem que geralmente os microprocessadores de mais núcleos (cores) possam ser mais rápidos (octa-cores, deca-cores), há casos, como os quadcore Snapdragon 821 da Qualcomm, que produzem melhores performances, conforme se pode conferir nos testes da Antutu, Geekbench ou GFX bench. Em nosso entender, considerando os androids como os mais acessíveis e divulgados, enquanto não surgem os Snapdragon 835, os smartphones equipados com o Snapdragon 821 são os mais rápidos.
Também a RAM e o armazenamento do dispositivo é importante para o desempenho. Actualmente, as RAM são de 4 e 6 GB e o armazenamento de massa anda pelos 128 e 256 GB, embora, neste caso, as clouds (sobretudo as chinesas) sejam um complemento precioso.
Actualmente, para além do reconhecimento das impressões digitais do proprietário, muitos dispositivos vêm com sensores (de pressão, de batimentos cardíacos, etc) ligados à saúde e ao fitness e com infravermelhos para controlar TV's, VCR's, splits de ar condicionado, etc.
Também algumas aplicações de origem são de uma grande utilidade. Lembramo-nos, por exemplo, da gravação de chamadas que em com os Meizu's e os Xiaomi's e que ajuda muito, sobretudo em determinadas profissões.
As camaras de fotografia/vídeo também variam muito de marca para marca, sendo muitas delas modelos da Sony, com resoluções e performances muito variáveis.
A escolha depende muito do que pretendemos fazer com o smartphone, para além de fazer e receber chamadas. 
Experimentámos alguns modelos chineses, baseados no Snapdragon 821, que nos pareceram com uma excelente relação qualidade/preço.  Por exemplo, o LeEco Pro 3 e o OnePlus 3T são duas boas opções, sendo que o OnePlus 3T, apesar de ter tem uma bateria de 3400 mAh, tem 2 câmaras, da frente e da trás, de 16 MP, 6 GB de RAM e vem com o sistema opertivo oxygen, actualizável via wi-fi. Já o LeEco Pro3 poderia ter uma câmara melhor, mas tem um preço muito convidativo. 
Para carteiras mais abonadas, o Xiaomi Note 2 e o Mi Mix também são duas óptimas escolhas. No caso do Note 2 a câmara de 22,56 MP é obviamente uma vantagem. Mas, quando os preços são elevados, há que comparar desempenhos com os modelos de topo da Samsung, da Coogle, da HTC, da Apple ou da Microsoft.

Ligações: The 20 best smartphones in the world [BI]; This new $400 phone is as strong as the Google Pixel — for $250 less [BI]; LeEco LePro 3 review:Affordable, but not a standout [CNet]; OnePlus 3T vs Samsung Galaxy S7 edge: Flagship killer vs Flagship [YouTube]; Performance ranking [Antutu]; Android benchmarks [Geekbench]; Compare devices [GFX Bench]; Les smartphones les plus performants du moment selon AnTuTu, quelques surprises au menu [FrAndroid]; The OnePlus 5 camera is finally good [pocket now] .        

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO