domingo, 20 de abril de 2014

NORDESTE EM LISBOA

No passado domingo, a Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro - que é a associação regionalista mais antiga de Lisboa - trouxe ao mercado de Benfica produtos tradicionais da Páscoa (como folar e cabrito barrosão) e muita animação musical.
Estas iniciativas são sempre de saudar, quando as portagens, o encerramento de centros de saúde, de tribunais, de escolas e de repartições de finanças contribuem decisivamente para a desertificação e o distanciamento entre o interior do País e o litoral.
Afinal, que política de ordenamento do território temos? Será que é só a austeridade que nos condena ao fado de continuar a fugir para o litoral ou para o estrangeiro?

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO