quarta-feira, 9 de outubro de 2013

O PEIXE APODRECE PELA CABEÇA

Pacheco Pereira diz que há um ditado português muito claro sobre a situação que vivemos: "o peixe apodrece pela cabeça". De facto o que estamos a assistir é ao apodrecimento da cabeça. E o apodrecimento da cabeça envenena o resto do peixe, envenena o conjunto do País. 
Como devemos aproximar-nos das declarações governamentais? Tomá-las à letra significa que fomos enganados...

Ligações: O Navio Fantasma (39): Tudo como dantes, quartel-general em Abrantes [Abrupto]; O Navio Fantasma (40): Por que é que eu digo... [Abrupto].

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO