sexta-feira, 30 de novembro de 2012

VERGONHA SILENCIA HOMENS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

A violência doméstica dos homens sobre as mulheres é a mais denunciada e, por isso, a mais conhecida. Mas a violência das mulheres sobre os homens é a mais silenciada, porque, geralmente ,os homens têm vergonha de a denunciar. 
Verifica-se, regra geral, em homens mais velhos que as companheiras (mais de 10 anos de diferença de idades), em que o homem, sendo mais velho, se encontra doente e diminuído mentalmente e fica à mercê da mulher, que aguarda impacientemente (de forma contida) a morte do  companheiro para enriquecer o seu património. É a forma mais fácil de enriquecer legalmente sem riscos. 
Algumas destas mulheres são autênticas profissionais e descobriram uma autêntica mina de ouro. A legislação até as favorece e passam para a sociedade a imagem de pessoas caridosas, de bom coração e felizes* (claro). Os homens, vítimas desta violência física e psicológica, têm um denominador comum: têm um património suficientemente elevado (e atractivo).   
Em sintonia com o nosso post "Também há violência sobre os homens", o Expresso online publicou a reportagem** "Homens, pais e vítimas de violência doméstica", em que se diz, nomeadamente:

O número de homens vítimas de violência doméstica é cada vez maior e julgar que as agressões delas são menos violentas é incorrer num lugar-comum grave. Conheça a história de João Paiva Santos, que resolveu contar o que outros homens cada vez mais têm vergonha de denunciar.
 

Os dados nacionais cedidos ao Expresso pela direção de investigação criminal da GNR, em 2011, registam 848 casos de homens, entre os 18 e os 64 anos, agredidos pela mulher ou ex-companheira. Este ano, só no primeiro semestre já foram registados 457 casos. Estes dados, no entanto, não refletem o que se passa na realidade. Sabe-se que são muitos os crimes desta ordem que ficam por confessar ou aqueles em que o histórico de violência contínua só é conhecido quando a vítima morre às mãos da agressora.
(...)
No decorrer desta reportagem, o Expresso teve uma enorme dificuldade em encontrar homens que apesar de reconhecerem ser vítimas de violência doméstica aceitassem falar, ainda que sob anonimato. Apenas um aceitou dar o seu testemunho, acreditando que esta pode ser uma forma de "encorajar outros homens" na mesma situação.


__________________________
*
Casais em que, ele na casa dos 80 e ela na casa dos 70 anos, como se sabe, devem ter uma vida sexual e afectiva intensa, não é ? Mas há entidades, como a APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), que muitas vezes acreditam nisso. Uma love story é uma ternura em pessoas idosas, disfarça sempre muito bem um caso de violência e tem um final feliz. Como nos filmes e nas histórias da carochinha.
**O trabalho jornalístico é da autoria de Vanessa Sardinha (reportagem), Carlos Paes (fotografia) e Fernando Pereira (vídeo).

LigaçãoHomens, pais e vítimas de violência doméstica [Expresso online].

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO