segunda-feira, 19 de novembro de 2012

CONFLITO ISRAELO-PALESTINIANO CHEGOU AO CIBERESPAÇO

Na luta contra Israel, os rockets não são a única arma utlizada pelos palestinianos. A guerra faz-se também na internet. Os sítios do governo de Israel sofreram mais de 44 milhões de ataques desde o início da operação "Pilar de defesa", segundo The Guardian.
Só um ataque teve êxito, ao deitar abaixo um sítio governamental durante 10 minutos. Um dos portais mais visados pelos hackers pró-palestinianos tem sido o do presidente de Israel, que sofreu 10 milhões de ataques, a seguir vem o do ministério dos negócios estrangeiros, com 7 milhões e, depois, vem o portal do primeiro ministro Netanyahu com 3 milhões.
O insucesso destes intensos ataques a sítios do Estado dever-se-á aos investimentos israelitas feitos nos últimos anos no desenvolvimento de sistemas de defesa informática.
Também numerosos sítios não governamentais, em princípio menos protegidos, têm sofrido ataques, nomeadamente pelos célebres Anonymous, que reivindicam ter desfigurado 87 sítios na internet, em poucas horas, após terem anunciado a sua participação no movimento, de acordo com a BBC. Segundo The Guardian, os Anonymous não se juntaram aos outros hackers que pretendem acabar com os bombardeamentos israelitas, mas actuaram face à ameaça de corte da internet na faixa de Gaza.
Mais recentemente, a RT News noticiou que os Anonymous declararam ciberguerra a Israel, tendo divulgado, na web, os dados pessoais de 5 mil militares israelitas. 
   

Ligações: Hackers launch assault on Israeli government websites [The Guardian]; Anonymous hacker group attacks Israeli websites [BBC]; 127 Sites Defaced for #opIsrael [AnonRelations]; Anonymous leaks personal information of 5,000 Israeli officials [RT News}.

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO