terça-feira, 22 de novembro de 2011

GASPAR TEM QUE CONTROLAR

Numa intervenção no congresso anual da Ordem dos Economistas, referindo-se à questão do controlo orçamenta, o governador do Banco de Portugal, disse que era solidário com o ministro das Finanças, ao criticar o facto do ministro só ter conhecimento a posteriore da situação de algumas entidades da Administração Pública, defendendo que este tem de ter uma visão, um radar, que abranja todas as entidades que impactem no défice orçamental, que tenham impacto directo ou potencial nas finanças públicas. l 

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO