terça-feira, 19 de abril de 2011

ONTEM NA RTP: FREITAS ACUSOU SÓCRATES E TEIXEIRA

Em entrevista a Fátima Campos Ferreira, Diogo Freitas do Amaral dirigiu críticas contundentes a Sócrates e a Teixeira dos Santos, dizendo que se teria demitido se estivesse no lugar deste.
Ficaram nos nossos ouvidos estas afirmações:
  • Em Outubro de 2010, disse uma coisa muito acertada. No dia em que os juros da nossa dívida chegarem aos 7%, nós temos de recorrer à ajuda externa. Eu tenho de concluir que foi o primeiro-ministro que não deixou, porque o primeiro-ministro de repente começou a viver num mundo irreal, e Teixeira dos Santos, por solidariedade ou por amizade, submeteu-se;
  • Se fosse uma pessoa diferente podia ter pedido a demissão. Não fazem aquilo que eu entendo, eu não alinho. Era isso que eu faria. Portanto, eu tinha razão, e o primeiro-ministro estava enganado.
Freitas, que foi ministro dos Negócios Estrangeiros do primeiro Governo de Sócrates, defendeu também um futuro Executivo para Portugal o mais alargado possível.

(In Sócrates explicado e anotado - 31 da Armada)

Ligação: (Re)veja a entrevista completa aqui.

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO