domingo, 17 de outubro de 2010

Proposta de Orçamento de Estado 2011: o total descontrolo das despesas públicas

No Plano Inclinado de ontem, João Cantigas Esteves, Tiago Caiado Guerreiro, Medina Carreira e Mário Crespo opinaram sobre o OE 2011.
A loucura do lado da despesa: em 2010, a despesa corrente subiu 5,5 % e os impostos 4,15 %, o que traduz bem o descontrolo das contas públicas que o próprio ministro Teixeira dos Santos reconheceu na apresentação pública do OE 2011, quando falou no descontrolo na saúde, nas Estradas de Portugal, etc.
Fala-se que o OE 2011 é um cardápio de impostos sem estrtátegia e com um cenário macroeconómico irrealista.
Mas, o melhor é (re)ver e ouvir...


Aceda à versão oficial completa do OE 2011 (Proposta de Lei nº42/XI - OE 2011 e Mapas).

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO