quarta-feira, 23 de março de 2011

HOJE É DIA "D"

O chamado PEC4 é debatido hoje na Assembleia da República. Queda do governo e eleições à vista estão no horizonte. Toda a oposição está contra o PEC e contra Sócrates.
Para a oposição social-democrata, a questão tem dois aspectos: "o interesse nacional e a mera sobrevivência política do governo". E, segundo Miguel Macedo, o primeiro aspecto sobrepõe-se ao segundo e só uma clarificação política cabal é que pode servir o interesse nacional, neste preciso momento político. Isto é, só um governo de maioria poderá repor a credibilidade nacional, depois de este governo ter negociado as alterações ao PEc sem dar contas ao parlamento e ao presidente da República.
Só que às razões políticas sobrepõem-se as razões económicas. Não são os eleitores quem mais ordena, mas os credores. Os juros da dívida soberana a 5 anos já negoceiam a máximos históricos, ultrapassando os 8% e Portugal subiu para a 5ª posição dos países com maior risco de incumprimento.


Ferrira Leite de consciência tranquila...


Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO