terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

EX-MINISTRO DEFENDE ESCUTAS PARA COMBATER AMEAÇAS

Numa palestra ontem na Universidade de Lisboa, Alberto Costa defendeu o uso de escutas telefónicas pelo Estado para combater ameaças, como o terrorismo, ao afirmar que não faz sentido os serviços de informação não poderem recorrer a serviços que as polícias podem usar na investigação criminal com mandado judicial.
O ex-ministro da Justiça salientou que este alargamento do âmbito das escutas deverá suscitar simultâneamente um reforço dos controlos da sua utilização.
Não sabemos se Costa também considera ameaças, a corrupção, o enriquecimento ilícito, o branqueamento de capitais, a gestão pública danosa e a fuga ao fisco...

Sem comentários:

Publicar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails
                    TEMAS PRINCIPAIS
AUSTERIDADE  -  CONTAS PÚBLICAS  -  CONTRATAÇÃO PÚBLICA  -  CORRUPÇÃO  -  CRISE FINANCEIRA  -  CULTURA  -  DESPORTO  -  DGEMN  -  DIA COMEMORATIVO  -  DIREITOS FUNDAMENTAIS  -  DÍVIDA PÚBLICA  -  EDUCAÇÃO  -  ECONOMIA & FINANÇAS  -  ESTADO DA NAÇÃO  -  ÉTICA  -  HABILITAÇÕES  -  HUMOR  -  JUSTIÇA  -  LEGALIDADE  -  NOMEAÇÕES  -  PATRIMÓNIO IMOBILIÁRIO PÚBLICO  -  PLANO INCLINADO  -  POLÍTICA  -  POLÍTICA CULTURAL  -  PRACE  -  PRINCÍPIO DA MELHORIA INCONTESTÁVEL  -  REABILITAÇÃO  -  TERREIRO DO PAÇO